escritório de comunicação

clientes

comunicação estratégica, com ênfase em consultoria de comunicação

 

jobs

ações pontuais envolvendo eventos e/ou atividades com tempo determinado.


3 em 1 (caminhão/plantadeira/trator)



Nesta Fenatran, as Empresas Randon chegam carregadas de novidades. E com um olhar especial sobre o agronegócio. Além do anúncio feito em coletiva de imprensa dia 14/10 às 15h, na Sala de Imprensa, em que a grande estrela selecionada para apresentar a novidade é, de maneira emblemática, a Graneleira, a empresa mostra um conjunto de soluções especialmente desenvolvido para o agronegócio: a tecnologia permite que o caminhão e veículos rebocados, como o transbordo, cumpram a mesma rota das plantadeiras nas grandes lavouras – executando tarefas antes atendidas apenas pelos tratores. Com o novo equipamento, o conjunto consegue trafegar nas linhas de plantio sem danificar a planta e sem provocar compactação do solo. E as soluções já nascem compatíveis com recursos de georreferenciamento e direção autônoma. 

Produto específico para o setor que compõe a mais significativa matriz econômica do Brasil, o agronegócio, a Patola Eletro Hidráulica para o segmento Canavieiro é outro exemplo do conceito que a Randon leva com cada vez maior intensidade ao mercado: implemento mais leve, mais seguro e mais inteligente. 

Com design exclusivo, tecnologia de ponta e excelente desempenho em campo, a patola entrega ao mercado agilidade e precisão no processo de desacoplamento nas exigentes operações do segmento canavieiro. Destaque para a exclusiva ponteira rotular, que absorve variações e imperfeições do solo, garantindo estabilidade ao semirreboque quando desacoplado, mesmo com carga. Pensando em ergonomia, o sistema dispensa a utilização de travas manuais, trazendo mais segurança e conforto ao operador. O cuidado com o meio ambiente não poderia ficar de lado: o circuito hidráulico é fechado, blindando o sistema contra vazamentos de óleo.

Produto já consagrado com a marca Randon Implementos, o Rodotrem Basculante chega ao mercado sem a necessidade do uso de roletes para abertura da tampa traseira no momento do basculamento. Resultado do lançamento do Novo Dolly Modular, que tem novo design, com cambão rebaixado, estrutura tubular que evita o acúmulo de grãos na descarga e traz um conceito inovador na montagem do chassi.

O projeto específico do Novo Dolly Modular permite a utilização do mesmo chassi em todas as famílias de produto. Apenas mudando-se o cambão, a modularidade atende os diversos comprimentos de combinações e modelos de rodotrem, que se unem por Engate Esférico ou Pino-Rei. O Pino-Rei vem combinado a uma outra novidade no portfólio da Randon. Agora a empresa disponibiliza conjuntos rodotrem com acoplamento por Quinta Roda entre o semirreboque dianteiro e o cambão do Dolly. A Quinta Roda JOST com placas poliméricas alia menor impacto ao meio ambiente, maior durabilidade ao produto e facilidade na manutenção.

Como resultado, o Novo Dolly permite 250 kg a mais de carga líquida transportada. O benefício se torna maior ainda graças às novas rodas de Alumínio Forjadas JOST, que equipam o Rodotrem Basculante em exposição, chegando a 600 kg de ganho no conjunto.

A outra solução, que surge como conceito, é a nova suspensão mecânica para implementos. O produto credencia-se como o mais atrativo do mercado pela combinação de vantagens: oferece relação custo-benefício extremamente competitiva com a mesma robustez e aumento da capacidade de carga transportada. Aliada à estratégia de desenvolvimento da companhia, a suspensão chega em conceito modular, focada nas necessidades do mercado de implementos rodoviários. Com avanço nas tecnologias de materiais e processos, os itens de desgaste oferecem a maior durabilidade do mercado, comprovada em testes no Centro Tecnológico Randon (CTR). E, para uma configuração de três eixos, o equipamento proporciona redução de peso de aproximadamente 25%.

Já na aplicação canavieira, a aliada do motorista é a Quinta Roda JSK 39CS com sistema Air Release, que permite a abertura automatizada do mecanismo de travamento e sensor de acoplamento. Além de reduzir o esforço do usuário nas operações de acoplamento e desacoplamento do semirreboque, diminui também o tempo dispensado a esta operação, muito frequente no transporte canavieiro. A inovação conta com duplo sistema de verificação, que atua apenas quando o freio estacionário está acionado, o que assegura maior segurança e confiabilidade durante o processo.

17/10/2019 - fróes, berlato associadas

banco de imagens

confira as imagens do release,

nenhuma imagem disponível no momento
froes@froesberlato.com.br

empresa | equipe | clientes | contato

fróes, berlato associadas © 2009 - 2019

Rua Silva Jardim, 466/207 - Mont'Serrat - Porto Alegre/RS

(51) 3388-6847 / (51) 3388-6848