escritório de comunicação

clientes

comunicação estratégica, com ênfase em consultoria de comunicação

 

jobs

ações pontuais envolvendo eventos e/ou atividades com tempo determinado.


Atividades das Empresas Randon na Semana do Meio Ambiente revertem em benefícios à comunidade

Esponjas, meias e material plástico serão coletados e encaminhados para reciclagem, com recursos destinados a entidades beneficentes

Sob o tema Prevenir para Preservar, as Empresas Randon integram-se à agenda da Semana do Meio Ambiente, de 3 a 7 de junho, com uma série de ações voltadas aos funcionários e também com benefícios que voltam para a comunidade. Desta segunda-feira dia 3 e até 24 de junho, por meio de parceria com o Serviço de Saúde Integrada (SSI), ocorre coleta de esponjas e meias que são destinadas para entidades sem fins lucrativos e locais de descarte correto. E também é realizada a arrecadação de materiais plásticos, encaminhados para o programa Florescer, do Instituto Elisabetha Randon (IER). Em paralelo, os trabalhadores terão acesso a conteúdos sobre a importância da prevenção, com a iniciativa Uma Atitude Muda Uma Vida, que aborda questões de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA).

Ocorrerão três campanhas simultâneas de arrecadação de material nas empresas do grupo para destinação à reciclagem e geração de recursos extras para instituições de amparo social.

As coleta de esponjas pretende recolher utensílios trazidos limpos e sem resíduos de alimentos, que serão reciclados e utilizados como matéria-prima para produção de bancos e lixeiras. Cada esponja, pesando aproximadamente 8,5g, se converte na doação de R$ 0,02 para entidades sem fins lucrativos ou escola.

A coleta de meias vai tirar das gavetas aquelas peças furadas, rasgadas ou em más condições de uso (exceto meia social e meia-calça) que serão trituradas, processadas e transformadas em agasalho para moradores de rua. Cada 40 pares equivalem a um cobertor.

E a coleta de tampas e plásticos em geral destinará ao programa Florescer, que atende crianças em idade escolar, o valor obtido com a venda do material para reciclagem.

“Inovação tem sido fundamental para que as Empresas Randon chegassem aos 70 anos com solidez e sustentabilidade e com a consciência de que os recursos naturais são finitos. Dentro desta postura é que a empresa incentiva e promove iniciativas voltadas à preservação e conservação ambiental, como é o caso da Semana do Meio Ambiente”, afirma o gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente das Empresas Randon, Fernando Bortolini.

O programa Florescer, criado para atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, também fará uma mostra de cartazes no dia 4, nas saídas dos restaurantes, com informações para orientar aos funcionários de como se deve higienizar corretamente os resíduos domésticos para posterior aproveitamento na reciclagem. A coleta de materiais recicláveis nos mesmos locais, trazidos por funcionários e também por pais e responsáveis pelos beneficiários da iniciativa já vem ocorrendo e se estenderá ao longo de todo o mês de junho. Quanto ao programa Qualificar, a ação estará voltada à identificação de riscos ambientais dentro e fora do ambiente de trabalho.

Outras iniciativas – Em cada empresa integrante do grupo haverá desenvolvimento de ações variadas. Cada qual na sua característica. Um exemplo é o que ocorre desde maio por meio da política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA), cuja instituição corporativa foi publicada pela Companhia em 2017, trabalhando o tema da Semana do Meio Ambiente pelos canais internos da empresa, como as redes sociais, o aplicativo corporativo Randon App e jornais murais, além de promover treinamentos e abordar o assunto em instruções de trabalho.

“Cada qual em sua característica, as empresas integrantes da Randon contribuem para o combate ao desperdício e à preservação da natureza, através de iniciativas simples nas suas rotinas e até mudanças em processos produtivos. Um dos destaques é o aproveitamento das águas da chuva em processos industriais e em sanitários, reservando a água tratada apenas para consumo humano.

Em 2018, as Empresas Randon investiram R$ 12 milhões na preservação e conservação ambiental, orientadas pela política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente. Os resultados se verificam, na prática, em várias unidades do conglomerado. Na Fras-le, por exemplo, com a substituição das matérias-primas provenientes de minerais naturais, a economia gerada pela incorporação de 10.000t/ano de pó captado pelos sistemas de exaustão chega a R$ 4,8 milhões/ano. Já a Suspensys WE/Castertech supre 66% do consumo da fundição com 24.000t/ano de sucata metálica reaproveitada dos processos de Fras-le, Suspensys, Master e JOST. A sucata responde pelo maior volume de resíduos gerados. Contudo, é totalmente passível de reciclagem. Enquanto isso, a economia gerada pelo projeto de Otimização de Materiais em Processo de Corte Térmico e Mecânico na Randon Implementos atinge R$ 1,5 milhão/ano.

Para disseminar a cultura da prevenção, há esforços constantes de engajamento dos funcionários, repassando conceitos relativos ao assunto, medidas preventivas que devem ser adotadas por todos, além de informações relevantes sobre o tema. A equipe é incentivada a sugerir e a se envolver em melhorias.

“Durante a promoção anual da Semana do Meio Ambiente, a comunicação com os funcionários é intensificada e são desenvolvidas ações de conscientização referentes às questões socioambientais. Além das ações internas, escolas e instituições fazem visitas técnicas, onde conhecem os processos e o sistema de gestão ambiental”, conclui o gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente das Empresas Randon, Fernando Bortolini.

03/06/2019 - fróes, berlato associadas

banco de imagens

confira as imagens do release,

nenhuma imagem disponível no momento
froes@froesberlato.com.br

empresa | equipe | clientes | contato

fróes, berlato associadas © 2009 - 2019

Rua Silva Jardim, 466/207 - Mont'Serrat - Porto Alegre/RS

(51) 3388-6847 / (51) 3388-6848