escritório de comunicação


Resgate da confiança pode ser a alternativa para o Brasil

Tendência foi apresentada durante o Tá Na Mesa desta quarta-feira na Federasul, que debateu os rumos do Brasil e o cenário político de 2018

Crise moral, ética, econômica... Todos os dias a população brasileira é bombardeada com notícias desmotivadoras aprofundando a grave situação em que o país está submerso. De olho nessa realidade, a Federasul trouxe para o centro das atenções o tema: E agora Brasil, qual será a nossa direção?, amplamente debatido no Tá Na Mesa desta quarta-feira (13). Participaram da reunião-almoço, o presidente do IEE (Instituto dos Estudos Empresariais), Julio César Bratz Lamb; o sócio-diretor da Morya Comunicação, Fábio Bernardi; e o jornalista e especialista em Marketing Político, Lula Guimarães. A mediação do debate ficou por conta da presidente da Federasul, Simone Leite.

Lula Guimarães afirmou que em decorrência da instabilidade política estar em níveis estratosféricos, aliado a imprevisibilidade dos fatos, é impossível chegar a uma resposta sobre qual direção que o país deve seguir. Para o presidente do IEE, ninguém sabe a saída, porém existe um alento, chamado de cinco tendências, baseadas na liberdade como valor primordial, liberdade como valor moral, gestor de riscos e de limites epistemológicos. “Cabe a nós, enquanto elite, sermos os vigilantes, a respeito de tudo aquilo que se sobrepõe aos interesses do próximo”, disse Lamb.

O publicitário Fábio Bernardi emitiu um conselho provocador e esclarecedor: “se você conhece uma pessoa que consiga resolver todos os problemas do país, vote neste cara!”. O problema do Brasil, de acordo com Bernardi, é que o brasileiro, enquanto sociedade, pensa que o problema sempre é do próximo, mas que ele possui o direito, enquanto o dever é do outro. Ainda seguindo esse mesmo raciocínio, o empresário condenou o excesso de corporativismo, principalmente no que tange o sindicalismo brasileiro, visto que atualmente o país possui mais de 15 mil sindicatos. “É necessário que a confiança seja fomentada em nossa população. Precisamos confiar um nos outros, e nos unirmos pela restauração eficaz e efetiva do país”, afirmou Fábio.

De acordo com dados divulgados, apenas 6,3% da população brasileira confia no próximo. Essa mesma pesquisa revela que 70% dos chineses pensam ao contrário dos brasileiros.

Na abertura do Tá Na Mesa desta quarta-feira, a Federação Unimed RS foi homenageada pelos 45 anos de fundação da entidade cooperativista.

 

13/09/2017 - fróes, berlato associadas

banco de imagens

confira as imagens do release,

nenhuma imagem disponível no momento
froes@froesberlato.com.br

empresa | equipe | clientes | contato

fróes, berlato associadas © 2009 - 2017

Rua Silva Jardim, 466/207 - Mont'Serrat - Porto Alegre/RS

(51) 3388-6847 / (51) 3388-6848