escritório de comunicação


Federasul premia mulheres do agronegócio

As principais destaques do campo foram agraciadas pelo Prêmio Elas do AgroRS, no último dia de evento da Federasul na 40ª Expointer, em Esteio

Encerrando com chave de ouro a participação na 40ª Expointer, a Federasul, que pela primeira vez em 90 anos de existência participou da exposição no Parque Assis Brasil, entregou na tarde desta sexta-feira (01/9) o Prêmio Elas do AgroRS. A honraria, concedida no Auditório Central de Imprensa, foi em parceria com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul e com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Para Simone Leite, presidente da Federasul, esse reconhecimento é fundamental nos dias de hoje. “A nossa entidade se alia às mulheres que fazem o Rio Grande. Esse prêmio comprova que o lugar da mulher é onde ela quiser”, defendeu. A idealizadora do prêmio e presidente da Associação Brasileira de Criadores de Devon (ABCD), Elizabeth Cirne-Lima, se emocionou ao reconhecer a trajetória de cada agraciada. “Esse prêmio é apenas o início de uma rede sólida e fraterna de mulheres amigas e companheiras”, celebrou.

Na categoria Liderança Nacional, Teresa Vendramini foi homenageada. Maria Iraclézia de Araújo, como Liderança Regional. Norma Rampelotto Gatto, na categoria Empresária, e Edy Tarrafel, representando o Associativismo.

Esse reconhecimento, de acordo com o secretário Ernani Polo, que participou da cerimônia de premiação, “é para agregar as mulheres do campo, além de ser o verdadeiro reconhecimento da brilhante forma que elas desempenham o seu papel no agronegócio”.

Para o presidente do BRDE, Odacir Klein, a próxima edição já terá apoio. “A Federasul, nesse processo de aproximação, nos enseja pelo brilhantismo e gigantismo desse prêmio. Podem contar com o BRDE”.

O Prêmio Elas do AgroRS confirma a importância da mulher do campo, independentemente de sua área final. O prêmio congratula o esforço, a dedicação e a coragem feminina, além de fomentar o empoderamento e confirmar a relevância e o posicionamento delas perante a sociedade gaúcha.

 

Conheça as premiadas:

Categoria Liderança Nacional: Teresa Vendramini.

Primeira mulher a assumir, em 2016, a Direção da Sociedade Rural Brasileira, Teresa também já foi presidente do Núcleo Feminino do Agronegócio.

Categoria Liderança Regional: Maria Iraclézia de Araújo.

É presidente, já por quatro gestões, da Sociedade Rural de Maringá.

Categoria Empresária: Norma Rampelotto Gatto.

Está à frente do Grupo Gatto, produção de grãos e carne bovina.

Categoria Associativismo: Edy Tarrafel.

Administradora da Fazenda Nara, Edy é presidente do Sindicato Rural de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul e diretora regional da Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (2015-2018) – FAMASUL.

 

01/09/2017 - fróes, berlato associadas

banco de imagens

confira as imagens do release,

nenhuma imagem disponível no momento
froes@froesberlato.com.br

empresa | equipe | clientes | contato

fróes, berlato associadas © 2009 - 2017

Rua Silva Jardim, 466/207 - Mont'Serrat - Porto Alegre/RS

(51) 3388-6847 / (51) 3388-6848