escritório de comunicação


#DiaE mostra novas posturas de um mercado em transformação



Com a sociedade em constante transformação há a necessidade de adotar novas posturas para garantir espaço no mundo do trabalho e também a longevidade das empresas. Durante o #DiaE, promovido pelo  Centro de Integração Empresa Escola do Rio Grande do Sul (CIEE-RS), na noite de quinta-feira, 17, os convidados mostraram ao público, integrado por jovens e também por representantes de empresas, como essas mudanças podem ser melhor aproveitadas. O evento foi realizado no Teatro CIEE e é uma tradicional ação gratuita em alusão ao Dia do Estudante.

O autor do livro Sacadinhas e coach de alta performance Márcio de Oliveira disse que dois terços dos indivíduos não sabem ser felizes porque não têm foco e possuem uma concepção errada de status, achando que se trata de poder aquisitivo. “Para ter foco na carreira é preciso tomada de decisão, mudança e performance”, ensinou.

O coach destacou ainda que para alterar o estilo de vida é necessário uma mudança de comportamento. Comentou também que 93% do tempo das pessoas é usado pensando no passado e apenas 7% voltado para o futuro, quando deveriam estar mais dedicadas ao planejamento para o alcance de seus objetivos.

Um dos grandes diferenciais de hoje é que o mundo enfrenta três revoluções ao mesmo tempo: tecnológica, industrial e de informação. A afirmação foi feita por Juan Pablo Boeira, professor de MBA nas mais importantes universidades do RS e fundador da Escola de Marketing da Alta Performance e Inovação (EMAPI/UNISINOS).

Boeira salientou que, diante desse cenário, o grande desafio mercadológico é “como fazer com que os nossos estímulos de comunicação sejam mais relevantes”. Na sua opinião, isso será possível por meio da criação de experiências positivas. “As grandes marcas entregam soluções para as pessoas e as empresas precisam entender o que move as pessoas”, acrescentou.

Boeira considera que as novas dinâmicas do mundo exigem que a inovação esteja presente em todos os ciclos de uma empresa e não apenas como necessidade de sobrevivência. Ele lembrou que das 75 maiores empresas do mundo em 1937, apenas 15 ainda existem. E mais importante ainda: 3/4 das maiores empresas que vão existir em 2030 ainda não foram criadas. Boeira citou o exemplo de empresas inovadoras que surgiram recentemente como o Airbnb, serviço online para reserva de hospedagem que existe desde 2008 e não possui nenhum hotel.

Com essas transformações, as ações de marketing também devem ganhar uma nova configuração. A gerente de marketing do Cabify, Renata Masseroni, disse que agora é a fase de “desconstrução do marketing tradicional”. Ela salientou que em vez de fazer marketing, “é preciso fazer a diferença” e ter propósito em suas ações. Renata citou uma pesquisa apontando que 74% das marcas poderiam desaparecer e as pessoas não se importariam porque seus produtos não fazem a diferença.

A gerente disse ainda que as iniciativas de marketing não podem mais levar em conta idade, gênero ou classe social, porque o público não é mais dividido dessa forma. O relevante é o que as pessoas querem e atender seus desejos é o que importa.

A apresentação do #DiaE foi feita pelo comunicador Capu. Quem foi ao Teatro CIEE também aproveitou outras atrações como dinâmicas de testes vocacionais, brindes, lanches e música.

 

18/08/2017 - fróes, berlato associadas

banco de imagens

confira as imagens do release,

nenhuma imagem disponível no momento
froes@froesberlato.com.br

empresa | equipe | clientes | contato

fróes, berlato associadas © 2009 - 2017

Rua Silva Jardim, 466/207 - Mont'Serrat - Porto Alegre/RS

(51) 3388-6847 / (51) 3388-6848